A ideia deste artigo é mostrar para você por que o marketing de precisão pode te ajudar muito na sua vida de estudante. Conhecer esses termos buzz é uma forma de se manter atualizado com as novidades do mercado. Estamos na era da transformação digital, inovações e gig economy e isso exige mais proatividade do universitário de 1ª viagem.

A indústria e o comércio evoluem numa velocidade cada vez maior. Tudo isso gera efeitos na sociedade, na economia e nas relações de consumo. Assim, temos várias opções quando queremos fazer uma compra. Hoje em dia, existem diversas formas de vender produtos e serviços. Uma loja de roupas pode fazer vendas pelo Facebook e uma empresa de TI pode fechar um acordo gigante pelo Linkedin. Esse contexto pode influenciar muito a sua vida antes de se formar.

O que é marketing?

Bom, antes de falar sobre o marketing de precisão, eu vou te explicar o significado marketing. Um aviso, o texto deste artigo vai ficar um pouco longo, pois eu vou te mostrar a relação do marketing de precisão com a tecnologia, com o seu estilo de vida e com as oportunidades para os estudantes. O meu objetivo como professor é abrir a sua mente para outras áreas do conhecimento e fazer você se dar bem com isso. Chega de lero, lero, vamos ao que interessa!

Marketing é criar estratégias para conseguir vender mais. Simples assim, a ideia é conseguir ganhar $$$$. Isso vale para empresas, órgãos públicos e empreendedores. Se o seu marketing está ruim, as chances de você lucrar são mínimas. O grande problema é que vender um produto ou serviço não é algo tão simples. Não basta empurrar um produto e esperar o $$$ cair na conta. O buraco é mais embaixo…

O poder está nas mãos do cliente. É um verdadeiro desafio para os negócios entender o que se passa na mente dos consumidores. É por isso que o tempo todo você ouve alguém falando sobre marketing. Marketing de conteúdo, marketing de polêmica, marketing offline, marketing boca a boca…. Existem zilhões de formas e estratégias para você conseguir vender produtos para uma pessoa. Mesmo que você não seja da área de comunicação social, publicidade e propaganda ou administração, é importante você entender os efeitos do marketing na sociedade.

Sabe aquela história da Betina Rudolph que viralizou no Instagram? Pois é, foi uma estratégia de marketing viral para o site da Empiricus conseguir mais assinantes. Por que alguns artistas ou pessoas famosas usam uma aparência feia ou tosca para chamar atenção? Estratégia de marketing também.

É importante você ter uma noção do que significam esses termos. Com isso, você consegue visualizar oportunidades não muito óbvias para a grande maioria das pessoas. Isso é inteligência relacional. Um dos grandes problemas é saber se vale a pena atrair mais clientes ou tentar vender mais para os clientes antigos. O nome disso é CAC, Custo de Aquisição de Clientes. Desse jeito, as empresas podem fazer remarketing e descobrir quanto custa para ganhar um seguidor nas redes sociais.

A ideia é conquistar os clientes aos poucos. Desse jeito, o cliente se engaja com as marcas, se sente envolvido e, depois de muito esforço, pode realizar uma compra. Você pode perceber que é um esforço gigante para conseguir fazer uma mísera venda. Dá trabalho pra c#####, você tem que conseguir vender sem parecer que está vendendo. É por isso que você vê muita gente que investe em anúncios no Google, YouTube e Facebook. Os objetivos das marcas grandes é se manter cada vez mais presente na vida dos consumidores. Nada disso é por acaso.

anúncios no YouTube
Quem nunca clicou nesse botãozinho chato?

O que é marketing de precisão?

Ok, agora você já tem uma ideia do que significa marketing. Vamos conhecer um pouco mais sobre o marketing de precisão. Esse termo é bem famoso nos Estados Unidos e é conhecido como precision marketing. A ideia é direcionar os anúncios e campanhas para o público certo. Pra isso, você precisa de muitos dos dados clientes para conseguir oferecer um produto na hora exata. Não é à toa que quando você fala sobre tênis de corrida com os seus amigos, aparece um anúncio da Netshoes no seu email horas depois.

O contrário do marketing de precisão é o marketing de massa. As lojas disparam zilhões de anúncios para alcançar o maior número de pessoas possível. Essa é um estratégia complicada porque os clientes podem bloquear os anúncios e as empresas não conseguirão vender. É preciso foco. O mesmo raciocínio vale para a sua carreira de estudante. Se você quer se aproximar dos professores fodões e headhunters, é legal você puxar papo sobre os assuntos do interesse deles e não ficar falando bobagens fora de contexto.

Um exemplo de campanha de marketing de precisão, vender livros sobre tecnologia para estudantes solteiros, classe média, no início da faculdade e idade entre 18 e 25 anos. Desse jeito, as empresas conseguem visualizar o público exato da venda, a persona. O nome disso é segmentação de público. Para conseguir se dar bem com essas ideias, as companhias precisam entender muito sobre Jornada de Compra do Consumidor e Funil de Vendas. É por isso que quando você visita um site ou uma loja virtual, eles pedem os seus dados e o seu e-mail.

marketing de precisão - precision marketing
Quem nunca preencheu um form desses?

Muito bem, eu já te mostrei uma noção sobre marketing e marketing de precisão. Agora, você vai entender um pouco mais sobre as tecnologias, inovações e sistemas informatizados por trás de todos esses anúncios que as empresas usam para vender mais. Venha comigo!

As tecnologias por trás do marketing de precisão

Eu sou suspeito pra falar, mas essa é a parte mais legal do artigo :). Entender sobre as tecnologias, bancos de dados, sistemas e arquiteturas de TI por trás das estratégias de vendas vai te dar um conhecimento sobre ecossistemas digitais que muito tiozão com 30 e poucos anos de carreira não tem. O negócio é explorar esses detalhes para você entender as matérias da graduação de uma forma prática e fácil. Quanto mais você ler sobre esses assuntos complexos, mais você consegue desenrolar em uma conversa com os profissionais mais velhos.

Um exemplo legal para você entender os conceitos. Sabe aquele cara que vende salgados na frente da universidade? Você pode ter certeza que ele sabe: qual é o salgado favorito da maioria dos alunos, quais alunos compram mais, quais alunos nunca compram nada, o horário que os professores chegam e por aí vai. O “banco de dados” dele é o papel e a caneta. Se esse vendedor for esperto, ele vai produzir mais os salgados mais pedidos pelos alunos, professores, clientes e funcionários. Isso também é marketing de precisão.

vendedor de salgados - savory seller

Tudo isso é comércio. O grande desafio é trazer esses conhecimentos do mundo físico para o mundo online. Por isso que as empresas investem pesado para conseguir os dados dos clientes. Quanto mais personalizada uma oferta, maiores as chances de uma venda. A informação vale ouro em qualquer modelo de negócio. Os negócios digitais têm uma vantagem sobre as lojas físicas: escalabilidade. Com um site, é possível atrair clientes do mundo inteiro. A lógica por trás disso se chama geomarketing.

O que é geomarketing?

É uma subárea do marketing que usa dados econômicos, demográficos, sociais, comportamentais, físicos e financeiros para montar estratégias de vendas mais direcionadas. Por exemplo, eu tenho uma loja online que vende pimentas para o Brasil todo. Então, é interessante descobrir em quais regiões do país o pessoal curte uma comida mais apimentada. Essa é uma aplicação interessante dos sistemas de BI (Business Intelligence).

As análises de geomarketing usam cadastros de clientes e prospects mapeáveis e tentam relacioná-los com as informações dos players do mercado, concorrentes e possíveis clientes. Existem várias técnicas para fazer isso como: conhecer as zonas de influência, estudar os perfis dos consumidores, segmentar os públicos e pensar na melhor logística para entregar os produtos. Nesse caso, os conhecimentos sobre Geoestatística, Data Mining e On-Line Analytical Process (OLAP) podem ser bem interessantes.

Os sistemas informatizados de marketing de precisão

Isso é tecnologia de ponta, meu amigo! Bom, já falamos da importância de guardar os dados dos clientes. As empresas com grandes massas de dados complementam os perfis dos futuros clientes com informações das bases sócio-demográficas. Desse jeito, é possível extrair conhecimentos refinados dos futuros consumidores e pensar em produtos para a demanda exata desses públicos.

Com isso, os webservices geográficos (WebGIS) ganham cada vez mais força. São sistemas que usam informações georreferenciadas disponíveis em site como o Google Earth. Os negócios que usam esses dados conseguem criar produtos personalizados para os seus tipos de clientes. Nesse casos, os dados cadastrados em sites de relacionamento, compras online, agendas eletrônicas, celulares e mecanismos de busca viraram uma mina de ouro para as grandes empresas. O caderninho de anotações do vendedor de salgados agora está na nuvem (rs). A figura abaixo resume tudo isso que eu te falei agora.

webservices geográficos - WebGIS - geographic webservices
Um resumo para você entender melhor.

A importância dos SDW

Sim, o termo é esquisito mesmo e significa Spatial Data Warehouse, uma base de dados gigante com várias informações geográficas. Esse tipo de sistema é resultado da fusão dos Sistemas de Informações Geográficas (SIG) com os repositórios de dados (Data Warehouses – DW). Os SDW usam as informações dos sistemas de Customer Relationship Management (CRM) das empresas, um sistema informatizado de grande porte para armazenar dados de compras, vendas e cadastros de clientes.

Desse jeito, é possível se aproximar cada vez mais dos clientes. Assim, as empresas conseguem rastreá-los pelos seus hábitos de consumo e preferências e “sugerir” produtos de acordo com as massas de dados cadastradas. No marketing de precisão, esses dados espaciais podem prever tendências econômicas e até ajudar os governos nas políticas de mobilidade urbana. Mas, nem tudo são flores…

Esses volumes enormes de dados podem prejudicar a privacidade das pessoas e ser utilizados para sequestros, assaltos e até atentados terroristas. Conheça agora as oportunidades para quem se interessa pelo marketing de precisão.

Quais são as oportunidades para trabalhar com marketing de precisão?

Bom, o marketing de precisão é uma subárea do marketing. Logo, os estudantes de marketing, comunicação social, comércio exterior e publicidade podem ter uma certa vantagem sobre os demais jovens. Mas, você pode fazer uma pós ou até um curso online nessa área. O ponto que eu quero chegar é o seguinte: não se prenda a um diploma! Se você acha que uma área vale a pena, explore, conheça, faça networking e se enturme com a galera do ramo.

Eu vou te dar meu exemplo, eu publico artigos acadêmicos sobre Governança de TI, dou aulas de Inovação e trabalho com Auditoria. Isso é legal porque me força a aprender algo novo todos os dias. Nos últimos 6 anos, eu me interessei pelo mercado de ações. Esse interesse espontâneo me fez chegar a uns autores de livros bem legais como o Taleb e o Thiago Nigro. Conhecimento é poder, meu amigo!

Outro exemplo, eu sou formado em Ciência da Computação e consegui ir para a área de Governança por conhecer profissionais formados em Economia. Eu trabalho como freela na RockContent, site que descobri fuçando na internet maneiras de ganhar dinheiro escrevendo textos para web. Mente aberta, explore as áreas e veja qual você acha mais legal. Conheça agora as oportunidades para trabalhar com marketing de precisão.

Pesquisas de mercado

O nome chique para isso é Market Research. A ideia é fazer pesquisas com potenciais clientes para descobrir quais tipos de produtos e serviços têm mais chances de venda. Não adianta nada você desenvolver um app que ninguém vai querer usar, não é mesmo? A grande sacada é: vender o produto aos clientes antes de criar o produto. O trabalho é bem braçal porque você vai levantar muitos dados com os clientes para identificar tendências de consumo, serviços e marketplaces.

Com isso, a galera do marketing consegue criar anúncios mais direcionados e efetivos. Essa é uma área quente para quem quer criar um negócio digital. Nesse caso, estudar um pouco mais sobre Google Ads, Data Science, Estatística e Big Data pode ser interessante.

Programas de fidelidade

Toda empresa gigante na área de serviços tem um programa de fidelidade. Sabe aquelas milhas que o seu pai tem na Gol? Pois é, são programas de fidelidade criados pela galera do marketing. O objetivo é manter os clientes fieis a uma marca. Se o cliente virar fã, melhor ainda. É só você pensar nas filas gigantes nas lojas da Apple nos dias de lançamento dos novos iPhones. Cliente fiel = $$$$ no bolso.

Programas de fidelidade - Loyalty program
Programas de fidelidade famosos

Os trabalhos com programas de fidelidade são pouco comuns aqui no Brasil. Em geral, a galera mais sênior do marketing com experiência em relações públicas e hospitalidade que trabalha nessa área. Só que você pode usar essas técnicas de fidelização na sua vida de universitário e se dar bem no mercado. Como?

Você pode “fidelizar” aquelas pessoas que podem te ajudar no futuro. Assim, você consegue se tornar um jovem com conteúdos interessantes e entrar no radar da galera mais velha mesmo sendo um estudante inexperiente. Isso é marketing pessoal de precisão (sim, eu acabei de inventar esse termo).

Copywriting

Eu sou um copywriter (rs). Esse profissional também é conhecido como ghost writer ou escritor anônimo. Não é preciso ser formado em marketing para trabalhar nessa área. Você tem que gostar MUITO de escrever. O objetivo é vender produtos e serviços por meio do engajamento com textos, e-books, ppts, newsletters, blog posts, infográficos, templates e checklists. Assim, você consegue atrair potenciais clientes por meio de conteúdos ricos e úteis. Isso se chama marketing de conteúdo. A grande sacada é produzir assuntos que sejam interessantes para o seu público alvo por meio do marketing de precisão.

Muito bem, essas são as principais informações sobre marketing de precisão que você pode aplicar na sua jornada de estudante. Eu sei que o artigo ficou enorme, mas a ideia é te fazer pensar e te entreter com fatos, tecnologias e insights legais para a sua vida de universitário. Se você chegou até aqui, muito obrigado pela sua atenção :). Você pode me seguir no Insta para ter acesso a mais conteúdos legais e de graça. Se você gostou deste artigo, então compartilhe com os seus amigos.

Pedro Londe

Pedro Londe

Um brasileiro apaixonado por tecnologia e inovação que adora questionar os padrões impostos pela nossa sociedade. Gosto de escrever sobre assuntos complexos e quero que você enxergue nos estudos uma forma de evoluir na sua vida.

Deixe uma resposta

Wow look at this!

This is an optional, highly
customizable off canvas area.

About Salient

The Castle
Unit 345
2500 Castle Dr
Manhattan, NY

T: +216 (0)40 3629 4753
E: hello@themenectar.com

Fique por dentro das melhores novidades sobre tecnologia e inovação

Receba conteúdos inéditos no seu email