A ideia deste artigo é mostrar para você os 5 hábitos diários dos estudantes mais desenrolados que eu conheço e te convencer a adotá-los também. Eu não tenho dúvida nenhuma que nos próximos anos esses mesmos estudantes serão pessoas de destaque em qualquer área de atuação.

Não se trata de capacidade técnica, experiência de vida ou classe social, mas sim de um conjunto de várias pequenas ações que fazem muita diferença tanto na sua vida de estudante quanto na sua jornada depois da faculdade. É possível sim evoluir mesmo sendo jovem e inexperiente.

Você é o resultado das suas ações, simples assim. Não adianta tentar procurar culpados para aqueles seus planos que não deram certo, a responsabilidade pelos seus resultados é totalmente sua. Você já está bem crescidinho para saber que o sucesso não depende apenas da sorte ou da sua conta bancária. Continue a leitura do texto para você perceber como os pequenos hábitos podem facilitar muito a sua vida de universitário. Venha comigo!

A importância dos seus hábitos diários

Rotinas fazem parte da vida das pessoas. Por mais que o seu dia seja puxado, atribulado e corrido, você vai desenvolver um conjunto de hábitos para dar conta de todas as suas obrigações e não precisar de virar noites e madrugadas no final do semestre. Ninguém curte viver como um zumbi, não é mesmo?

Você já reparou que existem pessoas que dão conta de fazer um monte de atividades, tocar vários projetos, estudar, viajar e ainda arrumar um tempinho para a família e para os amigos?

O segredo dessas pessoas diferenciadas está nos hábitos diários. Essa galerinha consegue resultados fodas porque fazem aquilo que a maior parte das pessoas não curte fazer. Ao longo da minha carreira como servidor público e professor, eu tive o privilégio de conviver com gente que:

  • Abriu um negócio e ficou milionária;
  • Passou em concursos públicos, processos seletivos e trainees muito disputados;
  • Assumiu posições de liderança e destaque ainda jovens;
  • Não depende do dinheiro do papai e da mamãe;
  • Morou/mora muito tempo fora do Brasil; e/ou 
  • Não precisa mais de trabalhar para ter uma aposentadoria decente.

Essas pessoas fodonas têm muito a nos ensinar. Às vezes, uma conversa de 10 minutos com uma pessoa dessas pode te dar insights que você nunca teria sozinho. Isso reforça a importância de você estudante desenvolver a sua Inteligência Relacional e se aproximar dessa galerinha que pensa fora da caixa. Todas essas pessoas têm algo em comum: eles foram estudantes desenrolados. 

Nossos hábitos são como um músculo, quanto mais exercitamos, mais nos desenvolvemos e nos diferenciamos das pessoas medíocres e acomodadas. Eu tenho certeza que você não quer terminar a faculdade sem ter um rumo legal para a sua vida, não é mesmo? Então, veja agora os 5 hábitos diários dos estudantes mais desenrolados e comece aplicá-los hoje mesmo.

1. Leitura

Ler muito é a porta de entrada para você aprender algo novo todos os dias. Vale qualquer tipo de material: audiobooks, artigos acadêmicos, blog-posts, livros físicos… Quanto mais você lê, maiores as chances de ter boas ideias e insights que outros estudantes jamais teriam. Isso sem falar no aumento da sua cultura geral e vocabulário. É interessante ler obras de todas as áreas do conhecimento.

Você viu um livro e gostou do título? Coloque-o na sua lista de leitura. O ideal é que essa lista esteja sempre cheia. Ler é um hábito muito rápido e fácil que você pode praticar em qualquer lugar. Fortalecer esse hábito vai te tornar um jovem cada vez mais interessante aos olhos das pessoas mais experientes. É uma forma também de desenvolver o seu polimatismo, a capacidade de aprender qualquer tipo de assunto rapidamente e se tornar, por exemplo, aquele cara formado em Engenharia que saca muito de Direito e dá palestras sobre Administração.

Leia pra c######!
Leia pra c######!

2. Escrita

Uma consequência natural do hábito da leitura. Quanto mais você lê, maiores as chances de surgirem boas ideias e é sempre interessante anotá-las em algum lugar. Uma boa escrita é uma habilidade valiosa para quem quer se destacar na Era da Gig Economy. Escrever bem é saber organizar as suas ideias e pensamentos e apresentar boas soluções para qualquer tipo de pessoa. Essa é uma skill especial pois por meio de uma escrita bem feita, você consegue expressar as suas opiniões sem parecer um jovem rebelde ou imaturo aos olhos de outras pessoas.

Existe um autor que eu curto muito, Taleb, e os livros dele são ótimos e muito úteis no meu dia a dia. O cara simplesmente consegue escrever sobre assuntos complexos como antifragilidade de uma forma inteligente e sarcástica ao mesmo tempo. Esse autor é tão foda que consegue criticar pessoas de alto nível acadêmico sem parecer um babaca arrogante e ainda nos dar dicas valiosas que poucas pessoas conhecem.

3. Questionar

O estudante desenrolado é um eterno questionador. Ele não é uma ameba que aceita qualquer porcaria imposta pela nossa sociedade. Ele questiona, explora novas áreas, tem boas ideias e adora o desconforto. São pessoas com esse tipo mindset que conseguem mudar os rumos da política e da economia mundial. Basta você pensar nos cases do Instagram, Uber, Facebook e Whatsapp e o impacto que esses apps geraram na sua rotina de vida. Em todas essas histórias, existiam jovens questionadores com fome de conhecimento e de ideias inovadoras.

Questione tudo o que te incomoda!
Questione tudo o que te incomoda!

4. Networking

O networking é um hábito quase sagrado se você quer ser visto como um estudante desenrolado. Essa dica está muito ligada à habilidade da Inteligência Relacional, conseguir se aproximar de pessoas interessantes sem parecer um bajulador. Comunique-se, interaja nas suas redes sociais, produza conteúdos, frequente eventos acadêmicos, aproxime-se dos profissionais mais experientes e invista em treinamentos presenciais. O mundo é feito de relacionamentos e as oportunidades para os estudantes mais inexperientes dependem muito disso.

Faça networking!
Faça networking!

5. Acordar cedo

Sim, acordar cedo em uma segunda-feira pode ser uma coisa bem difícil. Mas, vai por mim, acordar cedo vai fazer com que seu dia pareça mais longo e você vai perceber que tem muito mais tempo livre do que imagina. Eu mesmo faço questão de acordar cedo até nos domingos só para ter mais tempo livre para mim e não precisar de ficar na correria no final de semana. Acordar cedo é o hábito dos fodões. Pergunte àquele seu professor cabuloso a que horas ele acorda? Eu tenho certeza que é antes das 6h da manhã.

Outro benefício do hábito de acordar cedo: conseguir ler mais livros. Quanto mais você lê, mais conhecimento, vocabulário, assuntos interessantes, soluções para problemas e ideias únicas. Eu confesso que acordar cedo me faz parecer um zumbi nos primeiros 10 minutos, mas isso eu resolvo com uma xícara de café. Um livro bem legal sobre esse assunto que já virou até best-seller: O milagre da manhã de Hal Elrod. Leia e se convença de uma vez por todas.

Acorde cedo!
Acorde cedo!

Muito bem, esses são os 5 hábitos diários dos estudantes mais desenrolados que eu conheço. Você pode perceber que os nossos resultados dependem muito da qualidade dos nossos hábitos. Hábitos toscos, resultados toscos. Hábitos interessantes, resultados interessantes. Não tem mistério, o segredo está em inserir essas boas práticas na sua rotina de estudante e conseguir se adaptar. Isso pode causar um certo desconforto no início, mas é natural. Ninguém adquire hábitos legais do dia para a noite. Gostou do artigo? Então, você pode me seguir no Insta para ter acesso a mais conteúdos interessantes e de graça. Um abração para ti!

Pedro Londe

Pedro Londe

Um brasileiro apaixonado por tecnologia e inovação que adora questionar os padrões impostos pela nossa sociedade. Gosto de escrever sobre assuntos complexos e quero que você enxergue nos estudos uma forma de evoluir na sua vida.

Deixe uma resposta

Wow look at this!

This is an optional, highly
customizable off canvas area.

About Salient

The Castle
Unit 345
2500 Castle Dr
Manhattan, NY

T: +216 (0)40 3629 4753
E: hello@themenectar.com

Fique por dentro das melhores novidades sobre tecnologia e inovação

Receba conteúdos inéditos no seu email